logo.jpg






Animais Domésticos
Labrador Amarelo
 
Ter um animal de estimação implica em responsabilidade e muitos cuidados; porém a alegria, o companheirismo, a amizade, o afeto e o carinho que esses animaizinhos proporcionam, não tem preço... sendo considerados, na maioria das vezes, até parte da família. Agradam desde as crianças aos adultos, e retribuem toda a atenção e o amor que damos à eles. Os animais possuem sentimentos, e precisam de nós.
 
Estudos mostram o bem que nos faz, manter esse contato próximo com a natureza animal. Mas ter um animal doméstico não é tão simples assim, então quando pensar na idéia, se pergunte: Quero realmente ter um animal em casa? Por quê? Tenho condições financeiras para arcar com  os custos de um animal? Tenho um espaço adequado? Qual animal mais gosto? Meu estilo de vida permite ter um animal de doméstico?

Certifique-se do que você realmente quer, e escolha a espécie do animal que goste e que combine com você! Tenha certeza que você irá ter paciência para a criação do animal, como educar, cuidar, limpar, dar comida, água, passear, dar banho, ter tempo para brincar, levar ao veterinário, dar vacinas etc. Há uma série de preocupações, mas que valem a pena quando se trata de um companheiro dentro de casa! Se possível, adote um animal abandonado ao invés de comprar.
 

Seja um gato, um cachorro ou um roedor, esses animais tornam-se parte de uma família. Cachorros e gatos precisam de mais carinho e atenção. Eles estão sempre mais próximos dos donos, são temperamentais e carinhosos. As pessoas também podem optar pelas tartarugas ou roedores que não são tão próximos dos humanos, mas que representam uma companhia na casa. É possível ainda escolher entre os pássaros, peixes e insetos.

 

10 Mandamentos da Posse Responsável

 

  1. Tenha em mente que um cachorro vive aproximadamente por 12 anos. Pense bem antes se sua família está disposta a receber o novo membro e se há condições de cuidar dele.
  2. Prefira adotar animais em abrigos do que comprá-los.
  3. Antes de levar o bicho para casa certifique-se das necessidades dele como a alimentação, o tamanho que ele pode atingir e possíveis manias.
  4. Não deixe seu animal solto. Se for passear, mantenha-o na coleira, principalmente se for um animal considerado bravo.
  5. Cuide do animal levando-o regularmente no veterinário, dando banho, alimentando corretamente, vacinando, etc.
  6. Trate seu animal de estimação com carinho e seja atencioso.
  7. Dê educação ao seu bichinho com regrinhas específicas de comportamento. Em alguns casos será necessária aulas de adestramento.
  8. Não deixe os dejetos do animal no meio da rua. Se ele fizer, recolha!
  9.  Identifique seu animal e retire suas dúvidas no Centro de Controle de Zoonoses de sua região.
  10. Castre o macho ou a fêmea para controlar a procriação.

 

Animais Domésticos -->> Criação de Animais